Iphone a US$199 é um erro ?

O lançamento do novo Iphone a US$199 vem gerando um bafafá enorme por aí. Estão falando até que o Iphone será a nova plataforma móvel!

Mas vamos pensar direito nisso aqui. Um produto apple é diferenciação, estilo, status. A qualidade e recursos do produto são apenas uma base para justificar racionalmente uma ação emocional: a compra de um Iphone. Ninguém comprou o Iphone exatamente por causa de seus recursos e design, mas todo mundo justificou com isso. Não tinha nem 3G, não aceita SDs e vendeu igual água. É diferenciação, estilo, status.

Um Iphone a US$199 não está indo diretamente contra isso ? É massificação, padronização. Daqui a algum tempo, classe C e D estarão com Iphones na mão. As pretensões de torna-lo um produto extremamente popular fazem sentido ? É possível, realmente, alguém se tornar o “Windows” dos celulares ?

Não estou fazendo previsões. É difícil e pretencioso prever o futuro. Estou observando o presente.

Posts relacionados:

8 Comments »

  1. FMatt Said,

    June 25, 2008 @ 09:24

    Bom Renato, talvez esse novo posicionamento não seja para todos os produtos apple. Talvez o iphone seja como uma porta de entrada pra que todos percebam o valor agregado dos outros produtos apple.

    E se o futuro é móvel como todos acreditamos, a apple está no caminho certo, pois além de ser a melhor (questionável), é a primeira. E no mundo do MKT sabemos que o importante é sempre ser o primeiro. Sei lá, comecei a escrever e me perdi viajando no que escrevi hahahha. Acho que é a falta de hábito de comentar :P

    Abraço

  2. Daniel Heise Said,

    June 25, 2008 @ 10:41

    O modelo de negócios não é baseado só no preço de venda ao varejo. Para entender essa estratégia você tem que levar em consideração outras receitas. A mensalidade paga às operadoras entra na conta. Outra linha de receitas será a venda dos aplicativos desenvolvidos sobre a plataforma. Comprar um Iphone é pagar o aparelho, o plano e depois os aplicativos, isso dá muito mais do que $199!

  3. Iphone a US$199, o acerto estratégico de Jobs « People Based - Brasil Said,

    June 25, 2008 @ 10:55

    [...] Iphone a US$199, o acerto estratégico de Jobs 25Jun08 Texto baseado no post do Shirakashi: Iphone a US$199 é um erro ? [...]

  4. Renato Shirakashi Said,

    June 25, 2008 @ 11:15

    Daniel

    O que posso dizer é que existe uma clara intenção de popularizar o produto Iphone e dessa maneira, torna-lo padrão para explorar outras fontes de renda. Como você disse, o potencial para venda de aplicativos e conteúdo é enorme. O fato é que acabará canibalizando seu atrelamento a status, o que indica uma mudan ça estratégica. Agora com certeza, como disse o Diego em seu post, acho que é um ótimo caminho, todo mundo que se tornar o padrão, a plataforma mundial.

  5. Daniel Heise Said,

    June 25, 2008 @ 11:40

    Eu acho que a leitura é outra, não acho que a estratégia seja popularizar ou que seja uma mudança de estratégia como disse o Diego.
    Com o ipod/músicas e appletv/filmes a Apple percebeu que o conteúdo dá mais dinheiro do que o equipamento. Não é o hardware, é o software.
    Então segue a mesma estratégia com o iphone/aplicativos.
    A estratégia não é ganhar mais dinheiro vendendo uma quantidade de Iphones maior por um preço menor, é ganhar muito mais dinheiro com o que vem com o uso do Iphone.
    A Apple não se tornará a MS do mobile porque eles não abrem mão de controlar toda a experiência do usuário (hardware+software). Se fosse assim eles abririam o sdk do Iphone para outras plataformas de hardware (aí sim seria mudança de estratégia da Apple). Por enquanto eles fazem a mesma estratégia de diferenciação.

  6. Jacqueline Lafloufa Said,

    June 25, 2008 @ 13:06

    Isso também aconteceu com o iPod. Por exemplo, o iPod Shuffle custava de 99 a 149 doletas, com capacidades de 512MB e 1GB, respectivamente.
    Hoje você compra 1GB por 49 doletas e 2GB por 69 doletas.

    Talvez o Daniel Heise tenha razão: a intenção de Jobs deve ser tornar o iPhone realmente acessível, sem perder o caráter luxuoso e funcional, e realmente lucrar com os serviços prestados para os usuários…

  7. Diego Said,

    June 25, 2008 @ 13:52

    Daniel e Jacqueline, vocês estão confundindo ganhar mais ou menos dinheiro com posicionamento estratégico…

    O Renato não disse “Jobs quer ganhar menos dinheiro para ir para o povão”… mas sim que ele não quer estar no SP Fashion Week, um artigo de moda, mas um software (como bem disse o Daniel).

    Há um novo posicionamento / estratégia, agora quanto ao modelo de negócio e se vai dar ou menos dinheiro o Renato e eu no meu post não tocamos uma palavra sobre isso! Mas que agora a Apple está em outro negócio, outro posicionamento (com bilhões a mais ou a menos)… como diz o Ricardo da BizRevolution:

    “Steve Jobs nunca fez questão de fazer produtos que pudessem ser comprados por um ser humano ordinário, pela massa, pelo povão, ele sempre fez produtos extraordinários para as pessoas extraordinárias, na opinião dele existe um número limitado de pessoas extraordinárias”

    “Pela primeira vez na história da Apple, Jobs tem um produto MELHOR e mais barato que a concorrência. O iPhone 3G com 8 gigas é pelo menos 50% mais barato do que os seus pares Blackberrianos, Nokias, Motorolas e asiáticos. Pela primeira vez na história da indústria de tecnologia o ser humano ordinário terá a chance de colocar as mãos em um produto Apple.”

  8. Dom Bastos Said,

    July 21, 2008 @ 13:14

    A intenção do Jobs, não é popularizar o Iphone, é apenas aumentar sua receita.
    Pois se hoje o produto vendido para uma pequena parcela da população gera milhões de U$$, imagine ele vendido sem barreiras de classes.
    No minino ele deve está quebrando um grande paradigma de consumo, visto que todos os seus produtos são fabricados para classes alta e média.
    Com isso ele torna o seu produto mais popular, ou como vocês mesmo disseram, mais povão, sem interferir na qualidade, e acaba divulgando não só o produto mais como a própria marca.
    Fazendo se disso o Marketing boca a boca. E gastando bem menos com divulgação.

Leave a Comment