Archive for Uncategorized

A web2.0 é recheada de influência social

A potencialização das interações sociais permitida pela Web 2.0 traz questões que antes eram ignoradas pela maioria das pessoas responsáveis pelos serviços online. Uma delas é a influência social, a influência que sofremos de outras pessoas em nossas opiniões e percepções.

Por muitas vezes, as classificações de usuários em serviços de web 2.0 sofrem influência direta das classificações anteriores de outros usuários. Isso pôde ser observado no Rec6, por exemplo. Notícias com certo número de votos têm mais chances de receber um novo voto. Ou seja, colocar uma notícia com um número fictício de votos, acima das demais, influencia a favor dessa notícia.

Podemos imaginar então o poder da influência social dentro de comunidades virutais, digg, youtube e como esse fator a maioria das vezes ignorado tem agido sobre toda a web 2.0 e talvez possa explicar o surgimento de algumas personalidades e hypes na rede.

.
Leia mais sobre influência social e conheça experimentos interessantes realizados sobre ela nesse post do blog Anotações.

[OFF]

Estarei, como disseram Fabio Seixas, Cardoso e Thiago Melo, no Proxxima 2008

Comments (4)

Porque inovação não vem de pesquisa de mercado

ipod-family.jpg
É comum ouvir grandes organizações vangloriarem-se de produtos “inovadores”, quando na verdade não passam de progressões tecnológicas ou otimizações. Onde está a última inovação da microsoft ?! Surface ?!?! Rárá.

Inovações mudam e criam mercados. Quem imaginaria que, dentre tantos mp3 players existentes há alguns anos atrás, poderia criar-se um aparelho com formato proprietário, sem tocador de rádio e mesmo assim levar a loucura milhões de consumidores ? Steve Jobs imaginou.

Para onde uma pesquisa de mercado levaria uma empresa que desejasse entrar no mercado de mp3 players ? Com certeza, à criação de um aparelho com trocentos gb de armazenamento, recepção de rádio, talvez TV, compatível com diversos formatos e “muito mais”. Inovação zero.

A verdade é que os pessoas não sabem o que querem. Quando questionados sobre melhorias ou diferenciais desejados em um determinado produto, provavelmente repetirão tudo o que já conhecem com um “mais” frente: “Mais memória”, por exemplo. Ou reclamarão sobre algo que já existe ou falta no produto. Ou seja, idéias inovadoras não saem da cabeça dos consumidores.

Uma idéia inovadora nasce de uma necessidade oculta, percebida por quem vai muito além de uma pesquisa de mercado, se insere, imagina ou vive o dia-a-dia dos consumidores, com uma boa dose de intuição.

Comments (3)

Porque publicidade social não faz sentido

Quando o Facebook anunciou seu novo sistema de publicidade houve um alvoroço quanto ao futuro da publicidade online e as possibilidades de se realmente ganhar dinheiro com a web 2.0. Bobeira. Publicidade social também não faz sentido, é tão invasiva quanto a publicidade online tradicional.

  • Quando você está no google, você está buscando ou comprando. Clicar no link é a intenção do usuário.
  • Quando você está no buscapé, você está buscando e comprando. Clicar no link é a intenção do usuário.
  • Quando você está em uma rede social você está socializando. Clicar no link não é sua intenção.

Essa é a diferença.

Comments (10)

Início

Olá

Aqui é Renato Shirakashi, empreendedor do ano (2007) pela revista INFO. Este blog é um projeto descompromissado, um apanhado de idéias, uma, duas ou mais de mil, sem a mínima intenção de serem provadas ou aceitas. Na verdade esse blog é apenas um teste. Não tenho compromisso algum. Nem ao menos comprei um domínio para ele. Qualquer post pode ser o último.

cachorro.jpg

Se esse blog acabar e você quiser ler algo de qualidade, tente começar com:

Techbits

Tiago Doria

Fabio Seixas

BizRevolution

Comments (3)